Queridos usuários do Mercado Livre e do Mercado Pago,

Queridos usuários do Mercado Livre e do Mercado Pago,

Estamos todos vivendo momentos de grande incerteza e angústia diante de uma crise econômica e de saúde mundial sem precedentes. Essa crise testa a nossa capacidade de adaptação, nossa resiliência e nossa capacidade de trabalhar juntos, em equipe.

Eu gostaria de contar o que estamos fazendo para colaborar com nossos funcionários, usuários e com as comunidades onde operamos, tentando contribuir para que todos possamos lidar com esta pandemia.

O comércio eletrônico e os serviços financeiros digitais são mais úteis do que nunca, pois permitem que as pessoas em quarentena continuem tendo acesso aos produtos que precisam, que as pequenas e médias empresas possam manter sua receita, pelo menos parcialmente, e que todos possam ter um meio de pagamento conveniente e que diminua os riscos de contágio do vírus.

É por isso que implementamos um sistema inédito na América Latina, permitindo que mais de 9000 colaboradores do Mercado Livre em 8 países e 20 escritórios continuem trabalhando remotamente e que permaneçam oferecendo nossos serviços e apoiando nossos usuários. Os colaboradores que precisam estar fisicamente presentes no trabalho contam com as mais altas medidas de segurança disponíveis para proteger o bem-estar de todos. É por isso que, até agora, nossos serviços de armazenagem e logística continuam operando normalmente, de forma eficiente e, acima de tudo, com segurança e higiene em todos os países onde os oferecemos.

Também tomamos muitas outras medidas, incluindo:

1) Eliminamos a tarifa de venda de diversos produtos de necessidades básicas como fraldas, material de limpeza e alimentos não perecíveis.

2) Adiamos os juros e vencimentos de mais de 2 milhões de empréstimos para compradores.

3) Moderamos dezenas de milhares de anúncios de produtos de necessidade básica cujos preços foram aumentados de forma abusiva.

4) Moderamos outras dezenas de milhares de anúncios cujas descrições prometem curas não comprovadas.

5) Alteramos as políticas para que os vendedores que estão com atraso nas suas operações possam continuar vendendo sem afetar sua reputação.

6) Mudamos o nosso logotipo para destacar a importância de evitar o contato físico e enfatizar a importância de evitar a propagação do vírus.

7) Fizemos parcerias, promovemos e contribuímos com a Cruz Vermelha e o Banco de Alimentos em toda a América Latina, levantando fundos para colaborar com alimentos e higiene em mais de 3.400 cozinhas e organizações comunitárias de todo o país.

8) Lançamos campanhas de conscientização para nossos usuários e para a população geral para tentar diminuir o avanço da pandemia.

9) Promovemos as carteiras digitais e pagamentos via código QR para diminuir as situações de contato e lançamos campanhas de descontos para compras com código QR em farmácias e outros pontos de venda de produtos de necessidades básicas.

10) Estamos colaborando com os governos de toda a América Latina para combater esta pandemia juntos.

Estas são algumas das medidas que estamos tomando. Certamente vamos adicionar outras. Enquanto isso, continuamos focados em oferecer o melhor serviço para os compradores e vendedores do Mercado Livre e para os consumidores e vendedores usuários do Mercado Pago.

Vamos continuar trabalhando para todos vocês, com todo o nosso comprometimento e energia, enquanto colaboramos para superar esta pandemia.

Confiamos que o esforço coletivo nos fortalecerá como sociedade. Juntos, de mãos dadas ou não, vamos trabalhar com esperança e comprometimento até que o melhor chegue.

Marcos Galperin

Fundador e CEO do Mercado Livre

Para saber mais sobre a Covid-19, acesse o site do Ministério da Saúde